integrante

COMO SER UM INTEGRANTE

 

Para ser um integrante de um Motoclube é necessário e imprescindível seguir as regras do próprio Motoclube. São inúmeras e variadas, porém o que vale para um MC, não vale para outro. Segue alguns exemplos:

  1. Respeito à Hierarquia (Presidente, Vice-Presidente, Secretário, Tesoureiro, Escudo Fechado, Meio Escudo, PP  (Pretendente à Participante ou Pouca Prática) e Aspirante

  2. Respeito às regras de Trânsito,

  3. Respeito às regras do Encontro e/ou Motoclube Sediador do Evento

  4. Em caso de problemas com outro Motoclube reportar-se ao seu Presidente, para que este resolva com o Presidente do outro Motoclube (integrante não resolve nada com outro integrante)

  5. Em estrada respeitar o ordenamento do comboio,

  6. Responder as convocações, apresentando justificativa em caso de negativa/ausência

  7. Obrigatoriedade de comparecimento aos Encontros de Calendário Fixo, com possibilidade de aplicação de punições ou sansões.

A sequência natural para se tornar integrante de qualquer Motoclube é:

PP (Pouca Prática), Meio-Escudo e Escudo Fechado. (Isso diz respeito as traduções do Brasil)

Muitos integrantes não aguentam esperar pelo tempo definido pelo Motoclubes, tão pouco passar pelos sacrifícios que requer o próximo título, que é dado por confiança e merecimento.
Dependendo do Motoclube demora-se até 10 anos para um colete fechado(Full Patch Members).

 

 

 

Créditos:

http://charisdcruz.blogspot.com/2016/05/motoclube-tudo-que-precisa-saber.html